• Os Puritanos

Privilégios – Uma Oração Puritana


oracao-peregrino.JPG

Ó SENHOR DEUS,

Dá-me saber que a graça precede, acompanha e segue minha salvação,

que ela sustenta a alma redimida,

que nenhum elo dessa cadeia pode ser jamais rompido.

Da cruz do calvário me vêm contínuas ondas de graça,

que tratam de meus pecados,

lavam-me,

renovam meu coração,

fortalecem minha vontade,

despertam minhas afeições,

acendem uma chama em minha alma,

dominam cada parte de meu homem interior,

consagram cada pensamento, palavra e ato,

ensinam-me teu amor imensurável.

Quão grandes são meus privilégios em Cristo Jesus!

Sem ele permaneço distante, sou um estranho, um proscrito;

nele me achego e toco seu cetro imperial.

Sem ele não ouso erguer a vista com meus olhos culpados;

nele contemplo meu Deus-Pai e amigo.

Sem ele cerro meus lábios, titubeando de vergonha;

nele abro minha boca em petição e louvor.

Sem ele é tudo ira e fogo consumidor;

nele está todo o amor, e o consolo da minha alma.

Sem ele a angústia eterna e o inferno me escancaram os dentes;

nele seus portões são trancados a mim por seu sangue precioso.

Sem ele a escuridão horrível se agiganta a minha frente;

nele uma eternidade de glória é só o que vejo.

Sem ele tudo dentro em mim é terror e desânimo;

nele cada acusação reveste-se de alegria e paz.

Sem ele todas as coisas externas pedem pela minha condenação;

nele todas elas cooperam para meu conforto,

e devem ser recebidas com ações de graças.

Louvo-te por tua graça,

e pela inefável dádiva de Jesus.

_________

Tradução: Márcio Santana Sobrinho

Extraído de: The Valley of Vision:

A Collection of Puritan Prayers & Devotions,

editado por Arthur Bennett, p.158

#oraçãopuritana

424 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo