• Os Puritanos

Canaã e a Herança » Joel Beeke



​​

A DOUTRINA DA ESCATOLOGIA — CANAÃ E A HERANÇA

Através do nosso pecado, nós nos apartamos de Deus e perdemos a herança que era nossa no jardim do Éden. O Senhor não deixou a humanidade caída sem uma promessa, que incluiu vitória para a semente da mulher (Gênesis 3:15). No chamado de Abraão, contudo, o Senhor concedeu um novo formato e direção àquela promessa. A possessão de uma herança foi uma das coisas mais distintamente prometidas no pacto Abraâmico (Gênesis 12:1-7). Canaã foi, portanto, uma herança, um lugar de descanso e bênção para a semente de Abraão, embora ainda fosse apenas uma herança temporária. Ela foi um tipo de penhor ou garantia das bênçãos espirituais que os crentes obtêm e desfrutam em Cristo, e por Cristo (Efésios 1:18), e do descanso final que ainda resta para o povo de Deus no céu (Hebreus 4:8-9).

A família de Abraão não teve direito natural à herança de Canaã. Canaã, como uma herança, foi outorgada à semente de Abraão por promessa, como a dádiva gratuita do amor de Deus (Gálatas 3:18). Os descendentes de Abraão não ganharam a terra como os despojos de batalha, ou a compraram como em uma transação comercial. O direito de propriedade deles sobre a terra foi puramente um ato gracioso de Deus. Ele foi fiel para conceder a Israel a terra (Josué 21:43).

De modo semelhante, uma herança espiritual é outorgada para o povo de Deus, baseada na eterna promessa de Deus, em virtude da Sua eleição divina (Lucas 1:68-72; Hebreus 13:20-21). É prometido a eles, em Cristo (Tito 1:2), em quem todos os crentes são uma unidade, serem herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo (Romanos 8:16-18; Gálatas 3:26-29; 4:4-7). O crente, portanto, tem obtido uma herança em Cristo, de acordo com a boa vontade de Deus, sendo “predestinados segundo o propósito daquele que faz todas as coisas conforme o conselho da sua vontade” (Efésios 1:11-12).

Enquanto Canaã foi concedida, como a livre dádiva de Deus, para a semente de Abraão, a possessão e o desfrutamento da terra não foi fácil. Ela precisou ser tomada por fé, em submissão e obediência ao Senhor (Levítico 26; Deuteronômio 27-30). O caminho para a vitória foi através do campo de batalha da guerra. O fim desta guerra nunca esteve sob dúvida, contudo (Josué 1:5); o Senhor concedeu a vitória (Josué 10:30,32,42; 11:6,8). O mesmo acontece hoje para os filhos de Deus que querem desfrutar a herança espiritual, banqueteada a eles, em Cristo. Apesar da sua cidadania pertencer ao céu (Filipenses 3:20), “através de muitas tribulações, nos importa entrar no reino de Deus” (Atos 14:22). O Cristão precisa “combater o bom combate da fé” e “tomar posse da vida eterna” por fé (1 Timóteo 6:12). O resultado da batalha do Cristão, contudo, nunca está sob dúvida, assim como a conquista de Canaã também nunca esteve em sob dúvida.

A distribuição de Canaã foi por sorteio, e inteiramente por determinação divina. Semelhantemente, o Cristão tem uma porção alocada para ele, pelo Senhor (Salmos 16:5). O Senhor “escolheu-nos a nossa herança, a glória de Jacó, a quem ele ama” (Salmos 47:4). A distribuição da herança de Israel foi concedida através do exercício do ofício dos sacerdotes (Josué 14:11). De maneira semelhante, é através de Cristo, o nosso Grande Sumo Sacerdote das boas coisas por vir, que nós recebemos a promessa da herança eterna (Hebreus 9:11-15).

A terra de Canaã foi descrita como abundante e vasta, uma terra na qual os habitantes poderiam encontrar tudo de que eles precisassem, em todas as áreas da vida: “terra que mana leite e mel” (Êxodo 3:8). Muito maior é a herança do Cristão. Deus irá suprir todas as nossas necessidades, de acordo com a Sua riqueza em glória, em Cristo Jesus (Filipenses 4:19). Suas riquezas são insondáveis (Efésios 3:8) e, assim, Paulo ora para que os olhos do entendimento dos Efésios possam ser iluminados, para que eles conheçam “qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória da sua herança nos santos” (Efésios 1:18). No céu, todos os redimidos estarão inteiramente contentes e perfeitamente alegres (Salmos 16:11). Tudo será plenamente satisfeito (Salmos 17:15); nada, lá no céu, poderá ou irá decepcionar (Apocalipse 7:16-17).

_____________

​Quinquagésimo terceiro artigo da série "Grandes Doutrinas da Fé Cristã Reformada". Publicado com autorização

* The Reformation Heritage KJV Study Bible, Joel R. Beeke (editor geral), Reformation Heritage Books (RHB), Grand Rapids, Michigan, 2014, “List of In-Text Articles”. http://kjvstudybible.org

#JoelBeeke #TheReformationHeritageKJVStudyBible #FéReformada #GrandesDoutrinasdaFéCristãReformada #CanaãeaHerança #Escatologia

239 visualizações

SOBRE OS PURITANOS

 

O Projeto Os Puritanos é um ministério sem fins lucrativos, nascido há mais de 25 anos e comprometido com as Escrituras Sagradas e com a exposição sistemática das verdades bíblicas conhecidas como a fé Reformada. O próprio nome "Os Puritanos" sinaliza claramente que nossa teologia tem sido e continua a ser conformada aos documentos teológicos conhecidos como a Confissão de Fé de Westminster e seus catecismos, em harmonia com os ricos tesouros dos credos e confissões da histórica tradição Reformada — as Três Formas de Unidade (Confissão Belga, Catecismo de Heidelberg e os Cânones de Dort).

Mais sobre Os Puritanos
  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • YouTube App Icon
  • Google+ App Icon
  • Pinterest Basic Square
  • LinkedIn App Icon
  • RSS App Icon

Receba notificações de Os Puritanos em seu email

© 2014 by Os Puritanos