• Os Puritanos

O Objeto do Temor de Deus – Aflições Santificadas » Stephen Yuille


Com base em Romanos 8:28-30, o Pr. Stephen Yuille fala a respeito do "Objeto do Temor de Deus – Aflições Santificadas". Esse texto de Romanos declara uma das maiores promessas encontradas nas Escrituras.

Muitos de nós temos repetido muitas vezes esse versículo, talvez durante décadas o sabemos de có. Mas para nós apreciarmos o real e verdadeiro significado dessas promessas nós precisamos entendê-la claramente.

Pudemos observar de forma clara dois exemplos nas Escrituras de duas atitudes diante de circunstâncias adversas. A atitude de Jacó e a atitude de José.

Jacó teve uma vida difícil. Ele foi obrigado a fugir da casa do seu pai, foi humilhado na casa do seu tio, foi enganado para se casar com Lia e se entristeceu com a morte de Raquel. Foi angustiado com a violação da sua filha, Diná, e ficou triste por causa das ações de assassinato dos seus filhos Simeão e Levi. Também ficou perplexo pelos caminhos de luxúria do seu filho Judá e roubaram o seu amado filho José.

Mas qual foi a sua atitude em meio a toda essa circunstância? A resposta está em seu clamor em Gênesis 42:36: "...Tudo isso aconteceu contra mim", disse ele.

José também teve uma vida difícil. Ele foi odiado por seus irmãos, foi vendido como escravo, foi separado dos seus amados e, contra a sua vontade, foi transportado para uma terra estranha. Foi perseguido por uma mulher cobiçosa e foi preso com acusaões falsas.

Mas qual foi a sua atitude em meio a tais circunstâncias? A resposta a essa pergunta nós encontramos em Gênesis 50:20: "...Deus o intentou para bem".

Essas são duas atitudes bastante diferentes. Duas perspectivas radicalmente diferentes.

Acho que a maioria de nós tem simpatia pela atitude de Jacó. Quando as coisas não estão indo bem para nós, quando nós entramos no vale, quando nós passamos por aflição e tribulação, nossa tendência é de clamarmos: "tudo isso tem acontecido contra mim".

Mas como é possível alguém ecoar o clamor de José, "Deus intentou isso para o bem"?

A resposta para essa pergunta se acha no texto de Romanos 8:28-30.

28 E sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. 29 Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos; 30 e aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou.

Temos que abordar o texto de Romanos com clareza se quisermos entender claramente a promessa para que possamos clamar como José clamou.

A quem o Apóstolo Paulo dirigiu essa promessa? Pudemos ser liberais a ponto de acharmos que essas promessas se dirigem a toda e qualquer pessoa? Que características têm aqueles a quem ele dirige essas palavras?

Precisamos analisar o texto para aprendermos e aceitarmos quem são os verdadeiros recipientes dessas promessas.

Ouça a mensagem, e atentem bem às respostas.

#temor #Aflições #provações #promessas #AmoraDeus #stephenyuille

18 visualizações

SOBRE OS PURITANOS

 

O Projeto Os Puritanos é um ministério sem fins lucrativos, nascido há mais de 25 anos e comprometido com as Escrituras Sagradas e com a exposição sistemática das verdades bíblicas conhecidas como a fé Reformada. O próprio nome "Os Puritanos" sinaliza claramente que nossa teologia tem sido e continua a ser conformada aos documentos teológicos conhecidos como a Confissão de Fé de Westminster e seus catecismos, em harmonia com os ricos tesouros dos credos e confissões da histórica tradição Reformada — as Três Formas de Unidade (Confissão Belga, Catecismo de Heidelberg e os Cânones de Dort).

Mais sobre Os Puritanos
  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • YouTube App Icon
  • Google+ App Icon
  • Pinterest Basic Square
  • LinkedIn App Icon
  • RSS App Icon
Topo da Página

© 2014 by Os Puritanos

Receba notificações de Os Puritanos em seu email