• Os Puritanos

O Dia do Senhor » Joel Beeke



​​

A DOUTRINA DA IGREJA — O DIA DO SENHOR

A expressão “o Dia do Senhor” ocorre cerca de vinte vezes no Antigo Testamento. Expressões relacionadas, tais como “aquele dia” ou “o dia do Senhor dos Exércitos”, ocorrem cerca de cinquenta vezes (“the day of the Lord of hosts”, versão KJV), e se referem ao mesmo fenômeno. É um tema profético frequente. Nestas expressões, a palavra “dia” não se refere a um período literal de vinte e quatro horas; ao invés disso, ela designa um tempo quando o Senhor intervém diretamente na história humana, a esfera do tempo, tanto para julgamento, quanto para bênçãos. Através da Sua providência, Deus controla e governa os assuntos da história, por todos os tempos, contudo o Dia do Senhor marca a Sua manifestação especial e épica, inserida no tempo. Diz respeito à intervenção de Deus no tempo, de uma forma espetacular, trazendo retribuição contra o perverso e salvação para o justo. A eternidade invade o tempo.

No Antigo Testamento, este dia tinha tanto uma referência histórica, quanto futura. Muitos Dias do Senhor já ocorreram. Por exemplo, Sofonias 1:7 se refere à destruição de Jerusalém (586 a.C.) como o Dia do Senhor. Isaías 13:7-13 se refere ao cativeiro Babilônico, através dos Medos e Persas (539 a.C.); era futuro, na perspectiva de Isaías, mas é passado, na nossa perspectiva. Joel interpreta uma invasão devastadora de gafanhotos como o Dia do Senhor, e não apenas como um fenômeno natural (Joel 1:1 – 2:17, nono século a.C.). Cada um destes dias históricos prefiguraram o inigualável Dia do Senhor que ainda está por vir, quando Deus irá irromper no tempo, pela última vez.

Como o Dia do Senhor é um tema profético tão proeminente, com tais extensas implicações, ele merece atenção. Use este esboço para direcionar o seu estudo, consultando nas notas de estudo relevantes para cada um dos textos abaixo.

1. Passagens importantes

1. Textos principais

1. Isaías 13; 34-35

2. Jeremias 46

3. Ezequiel 30

4. Joel

5. Obadias

6. Sofonias

7. Zacarias 14

2. Textos secundários

1. Isaías 2:9-22

2. Lamentações 2:22

3. Ezequiel 13:5

4. Amós 5:18-20

5. Malaquias 4:5-6

2. Dias importantes no passado (cada um é tipico, uma figura profética do dia futuro final)

1. Isaías 13 – Babilônia

2. Jeremias 46 e Ezequiel 30 – Egito

3. Joel – Invasão de gafanhotos

4. Obadias e Isaías 34 – Edom

5. Sofonias – Judá

3. Temas importantes que marcam o Dia do Senhor

1. Julgamento

2. Restauração ou Bênção

3. Messias

4. Aplicações importantes do Dia do Senhor

1. Como os profetas se referem ao dia como algo iminente, prestes a acontecer, isto deve ser uma motivação para nós estarmos preparados. Sempre existe uma urgência na mensagem do evangelho.

2. Os sinais que propiciaram as manifestações históricas do dia corroboram com os tipos de pecados que marcam os nossos dias e a nossa sociedade. A justiça e a imutabilidade de Deus significam que Ele irá julgar a todos os culpados.

3. O Dia do Senhor foi e continua sendo um incentivo para o arrependimento. Escapar da ira de Deus através de esforço próprio é impossível. O único caminho para escapar da ira divina é correndo para a fonte desta ira e encontrando segurança em Cristo.

4. Os componentes de bênçãos do Dia do Senhor, particularmente quando eles encontram expressão no Messias, devem ser úteis encorajamentos para todos os Cristãos. Para os crentes, a consumação final não deve ser um dia de medo e pavor, mas sim uma expectativa confiante. Um dia perfeito está por vir.

_____________

​Quinquagésimo quarto artigo da série "Grandes Doutrinas da Fé Cristã Reformada". Publicado com autorização

* The Reformation Heritage KJV Study Bible, Joel R. Beeke (editor geral), Reformation Heritage Books (RHB), Grand Rapids, Michigan, 2014, “List of In-Text Articles”. http://kjvstudybible.org

#JoelBeeke #TheReformationHeritageKJVStudyBible #FéReformada #GrandesDoutrinasdaFéCristãReformada #DoutrinadaIgreja #DiadoSenhor

481 visualizações

SOBRE OS PURITANOS

 

O Projeto Os Puritanos é um ministério sem fins lucrativos, nascido há mais de 25 anos e comprometido com as Escrituras Sagradas e com a exposição sistemática das verdades bíblicas conhecidas como a fé Reformada. O próprio nome "Os Puritanos" sinaliza claramente que nossa teologia tem sido e continua a ser conformada aos documentos teológicos conhecidos como a Confissão de Fé de Westminster e seus catecismos, em harmonia com os ricos tesouros dos credos e confissões da histórica tradição Reformada — as Três Formas de Unidade (Confissão Belga, Catecismo de Heidelberg e os Cânones de Dort).

Mais sobre Os Puritanos
  • Facebook App Icon
  • Twitter App Icon
  • YouTube App Icon
  • Google+ App Icon
  • Pinterest Basic Square
  • LinkedIn App Icon
  • RSS App Icon

Receba notificações de Os Puritanos em seu email

© 2014 by Os Puritanos